Livro Digital ou Impresso: Qual a melhor opção?




A tecnologia está inserida no dia-a-dia das pessoas, isso é fato; mas seu avanço permite que usemos nosso tempo de uma forma melhor, já que quase tudo agora pode ser feito via web. Os smartphones vem com cada vez mais funções, e se não estivermos de olho nas novidades, somos passados pra trás. Mas mesmo com as facilidades que a tecnologia nos proporciona, (desde fazer compras online até montar um negócio) ela ainda não deixou pra trás um nicho específico: Os livros impressos!

Existe uma espécie de magia em entrar numa livraria, ver aquele amontoado de conhecimento e sentir aquele cheirinho de papel, de livro novo. A aura presente nesses lugares nos relaxa instantaneamente, e mesmo cheio de pessoas, um silêncio delicioso reina. Porém, nem sempre é possível carregar um dos livros do Stephen King ou George R. R. Martin na bolsa, que dirá conseguir abri-lo no trem em horário de pico. Por isso os livros digitais seriam uma mão na roda.

Entrando pra a lista dos Ame ou Odeie, os e-books chegaram causando divisão. Enquanto muitos defendem a praticidade dos livros digitais, outros se recusam a todo custo abandonar seus livros impressos. Não iremos aqui criticar quem prefere um ou o outro, mas sim analisarmos os pós e contras e se os livros impressos ou os livros digitais interferem na absorção da leitura.

Confira também

Livros Impressos: Vantagens e Desvantagens

Livro Digital ou Impresso: Qual a melhor opção?

Livros impressos ainda são os queridinhos da maioria. Seja pela resistência ou pelo gosto do contato físico, a maioria dos leitores ainda se recusa a fazer uso dos livros digitais. O prazer da leitura não se limita ao visual, mas envolve o tato e o olfato também. O peso, o cheiro, o toque nas páginas… tudo isso sempre esteve presente na vida de quem é leitor, e essas sensações não podem ser usufruídas por quem lê os e-books.

Além disso, existe um conforto visual muito grande ao ler no papel onde não há luzes que cansam a vista, o que permite a leitura por horas a fio (quando o livro é muito bom, claro). Alguns aparelhos possuem a opção desativar a luz, mas a sensação não é a mesma.

Os livros impressos também possuem a opção de se fazer anotações nas margens, o que facilita a vida de quem está estudando, principalmente quando estamos no meio daquela aula em que o professor não para de falar e tudo que ele diz pode cair na prova, transformando nossas anotações num idioma que só pode ser entendido por nós mesmos. Quem usa e-books para estudar tem dificuldade, principalmente porque todos eles têm um tempo de resposta muito longo na hora de escrever simples notas, além do fato de que nem todos eles suportam arquivo em pdf.

Estudos já foram realizados com grupos de pessoas lendo o mesmo livro, e foi constatado que a forma de entender e interpretar um livro podem ser diferentes no caso de quem leu a versão impressa e de quem leu a digital, sendo que aqueles que leram os livros físicos obtiveram melhores resultados nas avaliações. Isso se deve ao fato de que é mais fácil manter a concentração na leitura em material impresso do que em e-books, principalmente no caso das crianças, que se distraem facilmente com interatividade presente nos E-readers.

Os livros impressos também permitem (aos que tem coragem) empresta-los aos amigos, e dividir aquela história com alguém que tenha gostos parecidos com os seus. Além disso, você também pode pegar livros emprestados ao invés de comprar. Mas lembre-se de devolver do jeito que você pegou. Nada chateia mais um leitor do que um livro devolvido com orelhas e manchas.

Existem muitos motivos para não abandonarmos nossos queridinhos impressos, e aqueles que preferem essa opção à defendem com unhas e dentes. Mas temos de nos lembrar que os livros impressos precisam de um trabalho maior para chegar até as nossas mãos, e esse trabalho termina por encarece-los, tornando a outra opção um pouco mais agradável pros nossos bolsos.

Livros Digitais: Vantagens e Desvantagens

Livro Digital ou Impresso: Qual a melhor opção?

Os não tão famosos E-readers chegaram com a promessa de revolucionar a forma tradicional de ler, tentando atrair aqueles que são fãs de tecnologia e passam muito tempo conectados a seus aparelhos celulares. Porém, a maioria dos leitores começou torcendo o nariz para a ideia, alguns antes mesmo de experimentar (eu). Os E-books podem ser lidos em smartphones, mas o foco aqui é os aparelhos feitos especificamente para isso, como LEV (Saraiva), Kindle (Amazon) e Kobo (Livraria Cultura). Não vamos focar em analisar qual deles é melhor, porque cada um tem suas particularidades, mas sim analisar os livros digitais.

O principal ponto positivo deles é a praticidade. Um simples aparelho, da grossura de um lápis grafite consegue suportar milhares de títulos. Se deseja fazer uma viagem longa e gostaria de levar alguns livros, um E-reader pode ser a salvação, além de ser mais leve, não ocupa espaço na sua mala.

E-books são ferramentas politicamente corretas, eles não precisam de papel para produção, sendo assim são sustentáveis. Seu uso garante a preservação das nossas árvores (não que isso vá salvar o mundo do aquecimento global, mas cada atitude colabora para a preservação do meio ambiente, ainda mais considerando que muitas árvores viram livros sem conteúdo algum. Era melhor ter deixado elas lá… Pelo menos estavam fabricando oxigênio).

Além disso, muitos dos leitores de e-book vêm com ferramentas muito úteis, como dicionário. Você só precisa clicar em cima da palavra e ele dá o significado. Outros possuem gráficos, links funcionais e tabelas com prêmios cada vez que você finaliza a leitura de um livro. Pode parecer bobo, mas essas coisas servem de incentivo para continuar com esse excelente hábito.

Outro ponto positivo são os preços. Livros digitais são muito mais baratos que livros impressos, justamente pelo trabalho da gráfica, o transporte e a manutenção das lojas e funcionários. Um simples clique da sua casa e você já pode começar a ler, sem ter que esperar o livro chegar até a sua casa. E quem nunca baixou livros de graça na internet que atire a primeira pedra!

Por último, mas não menos importante, os livros digitais são ótimos para atrair a atenção dos jovens que vivem conectados a maior parte do seu dia. Com a explosão de livros para esse público, como os Young Adult que tem sido responsáveis por algumas ótimas adaptações cinematográficas e livros de Youtubers (…), o público mais adolescente está aos poucos dando oportunidade para o mundo literário e isso é uma ótima notícia.

Qual a melhor opção para você?

Livro Digital ou Impresso: Qual a melhor opção?

Para aqueles que acham que em breve os livros impressos serão substituídos por seus irmãos caçulas e-books, eu trago boas notícias. Embora haja vantagens no uso dos E-readers, eles não são uma febre ainda, já que a maioria dos leitores prefere o bom e velho papel.

Independente de qual a sua opção favorita, nada o impede de usar os dois modelos, pois há vantagens em cada um. Pense na sua rotina, no seu dia-a-dia, e avalie qual a opção certa para você. Os livros impressos ainda são preferência, mas os e-books estão ganhando seu espaço a cada dia. É bom nos acostumarmos com a sua presença.

Não se deixe levar por um conceito já formado. Permita-se ser surpreendido. Afinal, o importante mesmo é ler, nem que seja num guardanapo de papel…

http://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/12/ebook-estante.pnghttp://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/12/ebook-estante-150x150.pngMike AlvesLivros e Quadrinhos
A tecnologia está inserida no dia-a-dia das pessoas, isso é fato; mas seu avanço permite que usemos nosso tempo de uma forma melhor, já que quase tudo agora pode ser feito via web. Os smartphones vem com cada vez mais funções, e se não estivermos de olho nas novidades,...