A Rotina do Pombo   Thiago Elniño | Resenha e Perfil




Toda construção parte de um projeto. Entre esboços e estudos é possível formular um conceito e compreender para que e como aquilo que se idealiza servirá. É necessário recolher as referências, montar um planejamento, fazer experiências e contar com a inspiração para chegar à parte prática do processo.

Após esse escopo inicial, fundamenta-se a base e finalmente é iniciada a edificação do projetado.

A Rotina do Pombo levou cinco anos para ficar pronto. É resultado de um processo cansativo e cuidadosamente elaborado por Thiago Elniño. Nas próximas linhas entrego minha interpretação para este álbum de estreia que sintetiza, e ao mesmo tempo agrega, dez anos de atividade constante dentro do movimento hip hop.

A Rotina do Pombo – Thiago Elniño

A Rotina do Pombo foi um álbum que demorei para escutar e conseguir absorver o que foi proposto por Thiago Elniño. Por tratar de um álbum conceitual, procurei ouvir por inteiro algumas vezes sem grandes interrupções para depois tentar fazer um recorte e analisar o contexto de cada faixa.

Me agradou muito a utilização do recurso de construção de um personagem que conta histórias e reflete óticas distintas de situações cotidianas. As letras permeiam entre angústias recorrentes do povo preto à ancestralidade e mensagens de luta e organização.

Todos os questionamentos são propositivos e apontam um caminho através do reconhecimento do poder que existe na sabedoria popular, no acesso e pertencimento pleno como agentes revolucionários dentro de nossa sociedade. Como o título entrega, não ser apenas mais um pombo vagando a esmo.

Musicalmente é um trabalho impecável, as bases sonoras fincadas entre o rap e o reggae trazem uma organicidade singular ao encontrar os variados flows de Elniño e demais MC’s convidados. A fluidez entre as faixas é bastante concisa e nem os interlúdios ou vinhetas confrontam a coesão do álbum.

Ponto alto para as inserções de atabaques e tambores que me arrepiaram tanto no início quanto no fim do trampo.

A maneira que as ideias foram sintetizadas nesse álbum realmente possuem conceito e servem como referência de pedagogia marginal e abrem a porta para discussão de como aprendemos e como podemos utilizar o conhecimento adquirido.

Ficha Técnica:

Produzido e mixado por Guga Valiante, Martche e Tolen.
Masterizado por Jorge Luiz Almeida

Ilustração: Finho
Fotografias: Leonan Claro
Identidade Visual: Guilherme Kozlowski

Participações: Rincon Sapiência, Sant, Flávio SantoRua, Tamara Franklin, Douglas Din, Raony (Medulla) e Keops (Medulla).
Ouça Aqui:



Thiago Elniño

A Rotina do Pombo   Thiago Elniño | Resenha e Perfil

Fosse esse um país de pessoas atentas e sagazes, enxergariam a riqueza que brota naturalmente em todas as partes do território. E não é preciso de beneficiamento ou intervenções para que possam ser consumidos e gerar bens duráveis e invioláveis. Um bom exemplo disso é Volta Redonda.

A Cidade do Aço tem muito mais a oferecer do que a produção industrial da CSN. Thiago Elniño exporta sua visão de mundo e experiências vivenciais como observador urbano, educador social e importante agitador cultural da região.

Ganhou destaque após os lançamentos dos Ep’s ‘Fundamento’ (2015) e ‘Filhos de um Deus que Dança’ (2017) e confirmou as expectativas de que tinha vocabulário e lírica de sobra em ‘A Rotina do Pombo’ (2017), seu primeiro álbum.

Educação, pedagogia popular, inserção social e expressões de fé são temas recorrentes que se interlaçam em suas histórias. A construção de personagens e capacidade de sintetizar assuntos densos em sua escrita são as maiores características de Elniño.

http://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/11/a-rotina-do-pombo.jpghttp://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/11/a-rotina-do-pombo-150x150.jpgIkie ArjonaMusicaThiago Elniño
Toda construção parte de um projeto. Entre esboços e estudos é possível formular um conceito e compreender para que e como aquilo que se idealiza servirá. É necessário recolher as referências, montar um planejamento, fazer experiências e contar com a inspiração para chegar à parte prática do processo. Após...