Desde que iniciamos o projeto do Frequência aqui no Deveserisso deixamos algumas condições estabelecidas. Entre elas, a liberdade de escrever somente sobre artistas que realmente nos impactasse independente de amarras comerciais e fazer o possível para divulgar seus trabalhos para que mais pessoas tivessem acesso ao que produziam.

Recebemos indicações de amigos e parceiros. E isso é ótimo, porém outras demandas tornam complicado manter o que sugeria o nome do projeto. Frequência foi o que mais nos faltou, pois cada minuto escrevendo é um a menos em nossas outras funções cotidianas.

O hiato desses últimos meses criou mais saudade em nós por não escrever sobre o que nos alimenta do que nos demais envolvidos no processo. Músicos, selos, produtoras e divulgadores encontram seus caminhos, seguem descolando espaço, ainda mais no universo subterrâneo que nos envolve. Pra nós (aqui escrevendo) falta tempo pra ouvir e entregar algo que seja relevante, para eles provavelmente também.

Depois de passar um tempo nos reorganizando e ajustando cronogramas, voltamos. Falaremos de música com regularidade e pra voltar da maneira certa, fizemos a limpa em nossa caixa de e-mail para destacar o que chegou até nós nos últimos quinze dias.

Na falta de tempo, façamos o simples

Como o tempo é escasso, vamos trazer diariamente textos e matérias tratando de assuntos relacionados à música sem a pretensão de ser didáticos ou técnicos, pois isso demanda mais minutos que cabem em nosso relógio.

Ainda faremos resenhas elaboradas enquanto ouvimos um álbum novo durante a lavagem de louça ou tomamos umas doses sozinhos tentando absorver o porquê aquele beat, riff ou ideia foi encaixado em cada compasso. E também traremos notas e releases sobre lançamentos ou shows que acreditamos valer à pena sair de casa para gastar horas ao lado dos teus.

Tudo explicado, certo? Esperamos que sim.

Do que recebemos de indicações na última semana, esses foram nossos destaques:

Larinu

Por meio do coletivo Carranca Records, a cantora Larinu lançou as músicas “Sábado” e “Duas” num belo vídeo gravado nas ruas de São Paulo. A transição entre as faixas foi muito bem montada, um admirável trabalho de direção artística, fotografia, montagem e edição.

O clima personalista das letras e a delicadeza dos vocais são os destaques desse R&B classudo que a Larinu apresenta após o bem aceito EP lançado há um ano. Larissa Nunes segue enquadrando universos em suas faixas com extrema competência.

Tranco

A Tranco liberou seu auto-intitulado álbum de estreia com 10 porradas que duram um pouco mais de 25 minutos. Há algumas semanas já havíamos adiantado nossa impressão sobre o que viria neste texto aqui. O quinteto paulistano é muito virtuoso e equilibra a utilização desses recursos com altas doses de raiva e contestação social.

O trabalho completo ficou bastante coerente com a proposta apresentada no single e mostrou que o tempo de espera para lapidação das ideia e composição do álbum foi essencial para essa promissora banda.

O mês de maio foi bastante produtivo e renderam mais alguns trampos que falaremos com mais calma nos próximos dias, entre eles: a sequência do projeto “Monstroário” do Rodrigo Ogi, o EP “Unspoken Signals” do The Completers, o álbum “Mind Blow” do Wiseman, o EP “Singo” que marca o retorno do Slim Rimografia.

Também não podemos deixar pra trás dois vídeos de abril para puxar uma conversa mais profunda, em breve traremos muitas linhas sobre NiLL e Souto MC. Aguardem.

Selos, distros, agências e artistas não desistam da gente! Continuem enviando releases, convites e sugestões para mantermos nosso conteúdo sempre atualizado. Seja pelas nossos canais nas redes sociais, comentários nas matérias, e-mail ou contato direto com os editores, confiem que ninguém fica sem resposta.

Que sobre música no teu fim do mês como infelizmente falta salário pra pagar os boletos da gente.

https://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/06/vicio-em-musica-viciado.jpghttps://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/06/vicio-em-musica-viciado.jpgIkie ArjonaMusica
Desde que iniciamos o projeto do Frequência aqui no Deveserisso deixamos algumas condições estabelecidas. Entre elas, a liberdade de escrever somente sobre artistas que realmente nos impactasse independente de amarras comerciais e fazer o possível para divulgar seus trabalhos para que mais pessoas tivessem acesso ao que produziam. Recebemos indicações...