Liro O Nome do Vento

Não se pode dizer que esse interesse por tramas medievais envolvendo elementos fantásticos seja algo recente. Desde sempre a existência de criaturas mágicas ou animais fantásticos estão presentes em livros ou são passados por meio de tradições orais. Quando pensamos na Idade Média, lembramos de algo tão distante que nos deixa aquela dúvida: E se aconteceu algo diferente?

Alguns autores foram perspicazes e tão talentosos que conseguiram influenciar outros escritores a desenvolver ainda mais o mundo da fantasia. Veja nossa lista com os melhores livros de fantasia medieval!


Melhores livros de Fantasia Medieval para Ler

O Nome do Vento

Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano – os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.

As Cronicas Saxonicas

Do autor de As crônicas de Artur, o primeiro volume da série Crônicas Saxônicas O último reino é o primeiro romance de uma série que conta a história de Alfredo, o Grande, e seus descendentes. Aqui, Cornwell reconstrói a saga do monarca que livrou o território britânico da fúria dos vikings. Pelos olhos do órfão Uthred, que aos 9 anos se tornou escravo dos guerreiros no norte, surge uma história de lealdades divididas, amor relutante e heroísmo desesperado. Nascido na aristocracia da Nortúmbria no século IX, Uthred é capturado e adotado por um dinamarquês. Nas gélidas planícies do norte, ele aprende o modo de vida viking. No entanto, seu destino está indissoluvelmente ligado a Alfred, rei de Wessex, e às lutas entre ingleses e dinamarqueses e entre cristãos e pagãos. O último reino não se resume a cenas de batalhas bem escritas e reviravoltas cheias de ação e suspense. O livro apresenta os elementos que consagraram Cornwell: história e aventura na dose exata. Uma fábula sobre guerra e heroísmo que encanta do início ao fim.

Crônicas de Gelo e Fogo

Game of Thrones é um sucesso na TV, é normal que a saga que deu origem ao show da HBO seja tão conhecida quanto. Os livros atualmente possuem cinco publicações já disponíveis, sendo que outras duas estão a caminho para encerrar o ciclo dessa crônica de gelo e fogo. George R.R Martin é quem escreveu a saga literária e segue de perto a série baseada nela, justamente por isso pode ficar tranquilo, aqui não temos nada tão diferente da série de TV, na verdade tudo fica melhor e mais rico em detalhes. Uma boa pedida para quem é fã de mundos medievais e guerras grandiosas.

Fogo & Sangue

Séculos antes dos eventos de A guerra dos tronos, a Casa Targaryen – única família de senhores dos dragões a sobreviver à Destruição de Valíria – tomou residência em Pedra do Dragão. A história de Fogo e sangue começa com o lendário Aegon, o Conquistador, criador do Trono de Ferro, e segue narrando as gerações de Targaryen que lutaram para manter o assento, até a guerra civil que quase destruiu sua dinastia.
O que realmente aconteceu durante a Dança dos Dragões? Por que era tão perigoso visitar Valíria depois da Destruição? Qual é a origem dos três ovos de dragão que chegaram a Daenerys? Essas são algumas das questões respondidas neste livro essencial, relatadas por um sábio meistre da Cidadela.
Ricamente ilustrado com mais de oitenta imagens em preto e branco assinadas pelo artista Dough Wheatley, Fogo e sangue dará aos leitores uma nova e completa visão da fascinante história de Westeros – um livro imperdível para os fãs do autor.

Beren e Lúthien

Citada em O Senhor dos Anéis, a principal história contada em O Silmarillion narra o romance e a jornada épica de Beren, um homem mortal, e Lúthien, uma princesa élfica. O pai dela, um grande senhor élfico, opõe-se à união e, para permitir o casamento com Lúthien, impõe a Beren uma tarefa impossível de ser realizada. É este o foco central da lenda: a tentativa incrivelmente heroica de Beren e Lúthien de, juntos, roubar uma Silmaril do maior de todos os seres malignos, Morgoth, o Sombrio Inimigo do Mundo.

Eu, Robo

Verdadeiro marco na história da ficção científica, Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela primeira vez, as célebres Três Leis da Robótica: os princípios que regem o comportamento dos robôs e que mudaram definitivamente a percepção que se tem sobre eles na literatura e na própria ciência.

Conan, o Bárbaro – Livro 2

Conan, o Bárbaro, é a obra máxima do escritor Robert E. Howard, um dos mais celebrados romancistas de sua geração, criador do subgênero Espada & Feitiçaria, e principal inspiração para autores de renome indiscutível como George R. R. Martin e Michael Moorcock. O Livro 2 da trilogia continua seguindo a ordem original de publicação das histórias do cimério, com capa ilustrada pelo mestre Frank Frazetta, acabamento de luxo com sobrecapa de acetato e fitilho, marca-página no formato da espada do clássico filme de 1982, ilustrações de artistas consagrados como Mark Schultz e Gary Gianni, galeria de capas originais e extras com contos inéditos.

Ordem Vermelha. Filhos da Degradação – Volume 1

Você destruiria seu mundo em nome da verdade?

a última região habitada do mundo, untherak, é povoada por humanos, anões e gigantes, sinfos, kaorshs e gnolls. Nela, a deusa una reina soberana, lembrando a todos a missão maior de suas vidas: servir a ela sem questionamentos. No entanto, um pequeno grupo de rebeldes, liderado por uma figura misteriosa, está disposto a tudo para tirá-la do trono.

com essa fagulha de esperança, mais indivíduos se unem à causa e mostram a una que seus dias talvez estejam contados. Um grupo instável e heterogêneo que precisará resolver suas diferenças a fim não só de desvendar os segredos de untherak, mas também enfrentar seu mais terrível guardião, o general proghon, e preparar-se para a possibilidade de um futuro totalmente desconhecido. Se uma deusa cai, o que vem depois?

A Morte da Luz

O primeiro livro escrito pelo mestre George R.R. Martin!! O planeta Worlorn já foi palco de um festival interplanetário que, por 10 anos, reuniu 14 mundos. Agora é um planeta morto, cada vez mais distante do conjunto de sóis que lhe deram vida, gelado e prestes a mergulhar em uma noite sem fim, por séculos. Um lugar onde o amanhecer é aterrorizante e os dias sombrios, onde a vida se esvai junto com os últimos resquícios de luz. E os homens fazem seus próprios códigos de honra. É para lá que o aventureiro Dirk t’Larien viaja, após receber uma joia-sussurrante, recordação de uma promessa feita a um amor perdido há sete anos. Mas Worlorn não é o mundo que Dirk esperava encontrar. E Gwen Delvano não é mais a mulher que ele conhecera e um dia amara. Nesse mundo agonizante e sem leis, fica cada vez mais difícil distinguir entre amigos e inimigos.

O coração do cão negro: 1

Anrath, o mercenário irlandês conhecido como o “Cão Negro de Clontarf”, é um homem atormentado. Nascido gaélico, foi criado entre os Vikings. O destino fez dele um renegado, um guerreiro condenado a vagar entre duas culturas sem pertencer a nenhuma. Contratado pelo misterioso Inglês para encontrar o medalhão chamado “Coração de Tadg”, Anrath é envolvido em uma trama de vingança e traição que o levará direto para as mãos de Ild Vuur, o viking, e o fará confrontar horrores além do espaço e do tempo.

As crônicas de Artur – vol. 1

O rei do inverno conta a mais fiel história de Artur, sem os exageros míticos de outras publicações. A partir de fatos, este romance genial retrata o maior de todos os heróis como um poderoso guerreiro britânico, que luta contra os saxões para manter unida a Britânia, no século V, após a saída dos romanos.

O Arqueiro

Romance genial que retrata a história do lendário guerreiro Artur, que ganhou fama com o título de rei, embora nunca tenha usado uma coroa. A mitologia de Artur está sempre se atualizando e encantando novas gerações. Em uma Britânia habitada por cristãos e druidas, dividida entre diferentes senhores feudais e seus respectivos interesses e ameaçada pela invasão dos saxões, Artur emerge como um guerreiro corajoso capaz de inspirar lealdade, unir os povos e proteger o trono do rei Uther. O narrador é representado nesta história por Derfel, um soldado adotado por Merlin. Uma obra emocionante escrita de forma singular por Bernard Cornwell.

E aí faltou alguma coisa? Conte para nós nos comentários quais são os seus livros favoritos de fantasia medieval!

https://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/05/livros-fantasia-flores-saindo-livro.jpghttps://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/05/livros-fantasia-flores-saindo-livro-150x150.jpgIkie ArjonaLivros e QuadrinhosComprar Livros
Não se pode dizer que esse interesse por tramas medievais envolvendo elementos fantásticos seja algo recente. Desde sempre a existência de criaturas mágicas ou animais fantásticos estão presentes em livros ou são passados por meio de tradições orais. Quando pensamos na Idade Média, lembramos de algo tão distante que...