Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.

Sinopse: Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano – os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.

Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade.

Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade – notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame.
Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Avaliação do Leitor de O Nome do Vento

Continua depois da publicidade




Devo muitíssimo ao autor Patrick Rothfuss, pois foi através de sua incrível obra O Nome do Vento, que as portas para diversos universos fantásticos se abriram para mim.

O Nome do Vento – A Crônica do Matador do Rei: Primeiro Dia; é o primeiro livro da trilogia que conta a história de Kvothe, O Sem Sangue. No livro, o herói nos é apresentado após os acontecimentos que geraram sua fama, no entanto, ele vive no anonimato, fugindo do seu passado. Ao passo que uma oportunidade surge, Kote passa então a relatar sua história, afirmando que precisaria de 3 dias para contá-la. O Nome do Vento se dá no primeiro dia.

A narrativa, a principio, se desenrola de forma pouco atrativa. O autor leva um tempo para introduzir a história propriamente dita, então até a chegada do Cronista a Pousada Marco do Percurso, algumas pessoas podem achar desinteressante ou até desistir por completo. Meu conselho é: aguentem um pouco, vale muito a pena.

A partir da chegada do Cronista, Kote começa então a relatar sua história. A narrativa muda completamente, voltando para a infância de Kote com sua família, vivendo a bordo de uma companhia de trupe, os Edena Ruh. Deste momento em diante, a qualidade geral da leitura só melhora. Eu, que na época, não gostava muito de ler, só fui capaz de soltar o livro quando a fome apertava ou quando estava morrendo de sono. E aí, o que você achou do livro O Nome do Vento? Conte para nós nos comentários!
Links para Compra:

https://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/10/o-nome-do-vento.jpghttps://www.deveserisso.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/10/o-nome-do-vento.jpgIkie ArjonaLivros e QuadrinhosComprar Livros
Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Sinopse: Da infância numa...